CINEBARU
Mostra Sagarana de Cinema Abril-Maio 2021

O Rio da Minha Aldeia

Bento Miranda Gonçalves e Glauco Gonçalves Dias

2020, 10', MG

L
Livre para todos os públicos

Classificação etária

Filme disponível de 00h01 de quarta-feira, 30 de setembro de 2020, até 23h59 de domingo, 4 de outubro.

Quando Bento era bem pequeno, ele e seu pai criaram o hábito (que mantêm até hoje) de dar bom dia/boa tarde/boa noite para o Rio das Velhas a cada vez que passavam sobre ele. A cada trajeto, Bento pedia para contar alguma história e Glauco, avesso aos contos de fadas, tratou de “inventar” a história do rio que nasce na Serra da Gandarela e passa bem no meio da cidade deles, Raposos. O pai conta para o filho sobre a generosidade dos rios que, ao fim de sua jornada, entregam suas águas e histórias para outro rio, tornando aquele outro curso maior e mais profundo. Disse para ele que a gotinha que nasce pertinho da casa, corre pelo Ribeirão da Prata, depois segue com o Velhas até alcançar o Rio São Francisco e, enfim, chegar ao mar. Conta ainda que os humanos, às vezes descuidam dos rios, mas se cada aldeia cuidasse da sua água, todos os rios do mundo estariam limpos! Depois, foi entrar no carro para tocar a realidade e ser tocados por ela…

Direção: Bento Miranda Gonçalves e Glauco Gonçalves Dias

Equipe:
Roteiro e Direção: Bento Miranda Gonçalves e Glauco Gonçalves Dias
Filmagens: Glauco Gonçalves Dias e Rafael Gonçalves Costa
Edição: Fernando Biagioni

2020
Documentário